Resenha|Até você chegar – Judith McNaught

                                                                            Sinopse

judith mcnaught, livro até você chegar, resenhas, beleza de livros, eu amo ler, dinastia westmoreland

Professora em uma escola para damas da alta sociedade, Sheridan Bromleigh é contratada para acompanhar uma das estudantes, Charise Lancaster, até a Inglaterra, onde encontrará seu noivo. Quando a jovem sob sua responsabilidade foge com um estranho, Sheridan questiona-se como explicará isso ao pretendente, Lorde Burleton.
Stephen Westmoreland, o Conde de Langford, presume que a jovem vindo em sua direção é Charise Lancaster, e a informa sobre sua participação no acidente fatal envolvendo Lorde Burleton na noite anterior. No momento em que iria explicar o mal-entendido, Sheridan também sofre um acidente e fica inconsciente.
Ela acorda na mansão de Westmoreland, sem lembrar quem é. A única pista sobre seu passado é o estranho fato de todos a chamarem de miss Lancaster. Tudo o que ela realmente sabe é que está apaixonada por um belo conde inglês, e que sua vida está repleta de maravilhosas possibilidades…


Olá queridos leitores do meu coração! Tudo beleza com vocês?

Sheridan é uma personagem bem romântica que acredita no príncipe maravilhoso que vai se declarar para ela um dia, mas é claro que ela mantém essas fantasias apenas na sua cabeça. Ela trabalha como professora para ajudar damas a se portarem da melhor forma, e sua vida mudará drasticamente quando em uma viagem for acompanhar Charise Lancaster, uma garota mimada que sempre faz o que quer, até mesmo fugir com outro homem exatamente no caminho da viagem que ela e sua professora faria para conhecer o futuro marido de Charise, e em seguida se casar. Agora o que Sheridan vai fazer se a noiva do Barão Burleton fugiu? E ainda por cima, com outro!

“O conde vi o perigo e correu para ela mas já era tarde: A rede se rompeu de vez, e o caixote bateu na cabeça de Sheridan, derrubando-a de bruços sobre o cais”

O que poderia ficar pior, do que ficar sem emprego e sem referências? Claro que seria ela perder a memória e pior, não saber nem mesmo o seu próprio nome. Foi exatamente isso que aconteceu com Sheridan. Ela não sabe o próprio nome, nem se lembra da sua vida, assim que acorda em uma casa, sendo cuidada por um médico e por um conde muito bonito que fizera questão de demonstrar que era o seu noivo. Como ela poderia duvidar que não era, quando suas ações demonstrava o contrário não é mesmo?

O conde Stephen Westmoreland só queria avisar a viúva que matou o marido dela acidentalmente quando de repente um caixote solta da rede no cais, e derruba  a “suposta” noiva do barão no chão provocando um acidente cerebral a ponto de deixá-la sem memória. Agora ele só precisa ajuda-la a encontrar outro noivo e deixá-la bem amparada, já que ele foi o culpado por matar o “amor” da vida dela.

“Tinha muito sorte, pois seu noivo não só era um lindo homem, como também parecia ser muito rico. Uma vez que ficara com ela a noite inteira, dormindo naquela desconfortável posição sem largar a mão, devia amá-la de verdade”.

livro judith mcnaught, até você chegar, beleza de livros, resenha

Mas nem tudo será como o planejado e ele fará de tudo para não desejar aquela mulher, que ele tirou de outro homem, destruindo sua vida, claro que ele imagina, que ela apenas se lembrará quando recuperará a memória. Será uma história onde misturará intrigas, meias verdades e relapsos da antiga vida de Sheridan que deixará o leitor ansiando pelo “Grand Finale” que ela descobrirá que não é Charise.

“Aquilo era um beijo, compreendeu ela. Era um beijo, e Stephan percebeu que Sherry sabia disso, que sentia o beijo. Sem que percebesse o que fazia, sua mão moveu-se e procurou a dele, como no dia em que recuperara a consciência”.

Judith McNaught é um autora incrivelmente talentosa, e faz questão de deixar nós leitores obcecados pela história e pelos personagens. A história nos deixa sem fôlego, sem ar… Stephen é um personagem que nos deixa louca e depois nos traz a lucidez. Eu fiquei com vontade de gritar e bater nele, até entender depois que não tinha como bater “fisicamente falando kkkk”, mas ele nos tira do sério. Sheridan é uma personagem forte que soube lutar por aquilo que queria e me surpreendeu muito. 

Até você chegar é um livro feito para nós leitores chorar, gritar e ansiar por uma continuação. Eu amei conhecer a história de Stephen e Sheridan, e apesar dos maus bocados, eu fiquei imensamente feliz de conhecer personagens tão distintos que se conheceram devido a um encontro bem improvável. Eu com certeza recomendo.

“Não permitiria que aqueles convencidos aristocratas ingleses a torturassem por causa de um doentio desejo de vingança”.