Resenha|Submissão – Maya Banks (Trilogia Surrender)

                                                                                                          Sinopse submissão, maya banks. trilogia, surrender, beleza de livros, amo livros, resenha, blog, eu amo ler, livros, leitura

Maya Banks, a autora de romances eróticos best-seller do The New York Times, está acostumada a romper barreiras. Com a trilogia Breathless (Obsessão, Delírio e Fogo), ela testou os limites do desejo ao contar a história de três amigos e suas relações amorosas um tanto picantes. Agora, com a trilogia Surrender, Maya quer ultrapassá-los. Em Submissão, segundo livro da série,ela nos conta a história de Kylie, uma mulher assombrada pelas lembranças tortuosas do passado, explorando ao lado de Jensen, um homem dominador, as possibilidades de um recomeço como ela nunca poderia imaginar.Os fãs de romances eróticos vão adorar a sequência do livro Rendição. E aqueles que ainda não conhecem os encantos da escrita de Maya Banks nunca mais vão abandoná-la.


O livro submissão é o segundo da trilogia Surrender. Eu li a mais ou menos um ano o primeiro livro chamado Rendição e amei muito! Agora eu comprei os outros dois livros da trilogia que são submissão e devoção. Quem conhece os livros da Maya Banks sabe que ela é uma autora top de linha de romances erótico e esse livro submissão superou todas as minhas espectativas.

Kylie trabalha em uma empresa com Jensen e Dash. Ela é uma assistente administrativa. Dash é recém-casado com uma de suas amigas a Joss, esses que são os protagonistas do primeiro livro. Kylie não suporta trabalhar tão perto de Jensen, mas pelo fato dele não parar de observá-la, olhar para ela como se soubesse tudo de sua vida. Na sua percepção ele parece um cara bastante controlador, incapaz de expressar qualquer tipo de emoção.

“Ela o odiava. Sentia-se como um inseto sendo observado em um microscópio. Kylie não duvidaria de que ele soubesse até quando ela ia ao maldito banheiro”.

Jensen é o tipo de homem controlador e protetor que Kylie quer com todas as forças manter distância. Mas tem algo… que não deixa Jensen afastar. Ele não suporta olhar para ela e ver fisicamente seu cansaço como se carregasse o mundo nas costas. As olheiras escuras nos olhos, a cara de quem não conseguiu dormir por um minuto. Então para isso acabar ele propõe um desafio. O desafio é tirar Kylie da sua zona de conforto. Ele decidir confiar grandes contratos da empresa para Kylie apresentar no seu lugar, preparando-a para ser sócia sua e de Dash e para conversarem sobre isso, ele marca um encontro com ela no restaurante.

“Desafio. Ela era um desafio. Tinha que ser isso, porque ele simplesmente não conseguia resistir a um desafio. Mesmo ao tentar descobrir o mistério que o fazia ser atraído por uma mulher que não o correspondia, ele sabia que era um maldito mentiroso”.

Jensen acabará se apaixonando por Kylie, só que não será fácil a relação dos dois, porque para ter uma chance de ter um relacionamento com Kylie será necessário abrir mão do controle, o domínio sexualmente falando. Isso porque Kylie não suporta pensar que está a mercê de um homem sem poder se defender, devido, a série de abusos físicos provocados pelo seu próprio pai quando era apenas uma criança indefesa.

submissão, maya banks. trilogia, surrender, beleza de livros, amo livros, resenha, blog, eu amo ler, livros, leitura

O seu pai que ao invés de proteger ela e seu irmão, abusava de ambos. Quando estava sóbrio abusava dela bem consciente do que estava fazendo e quando estava bêbado, ele ia atrás do seu irmão falecido, Carson, o primeiro marido de Joss e melhor amigo de Dash. Um dia seu irmão e ela conseguiu fugir, depois de alguns anos ele morreu e o seu pai… ela nunca soube o que aconteceu com ele e não pretende descobrir , ainda menos encontrá-lo.

“Kylie! Kylie! Me escute. Sou eu, Jensen. Você está segura, amor. Deus por favor, volte para mim. Não vou machucar você. Nunca vou machucá-la”.

E devido a uma série de pesadelos com seu passado ela não consegue dormir, por isso tanto cansaço e olheiras. Mas tudo muda quando passa a dormir com Jensen que a faz sentir protegida e amada. Só que ele também tem os seus próprio demônios, ele tentando ajudar Kylie, vai abrir feridas do seu passado a muito tempo fechadas. Ele também sofreu muito no seu passado, quando sua mãe era abusada fisicamente, maltratada na frente do próprio filho pelo próprio pai. Jensen não suporta isso, homem que bate em mulher, machuca, maltrata… E para ter um futuro com Kylie vai abrir mão de todo controle na cama… Desde que tenha Kylie para sempre.

“Estou sob seu comando, Kylie. E não ofereço isso a ninguém. Só para você. Sempre para você”.

Nós não podemos esquecer de Joss e Chessy que são as melhores e únicas  amigas de Kylie que são inseparáveis, então nós vemos muitooo elas no livro. Amo isso. A amizade que elas possuem, a confiança e em todos os livros elas estarão unidas, ajudando uma a outra. Algo que é muito comum nos livros da Maya a amizade e o amor.

Kylie e Jensen vão passar por poucas e boas, a ponto de nos deixarmos com o cabelo em pé de tanto agonia. Este livro está super recomendado!!! Leiam! A autora soube abordar um tema muito importante que é o abuso, algo que tem ocorrido muito mesmo ultimamente. Eu chorei com esse livro, e na minha opinião é um dos melhores da Maya Banks. Foi emocionante ver o crescimento e envolvimento dos personagens.

Muita coisa vai rolar… Eu queria apenas uma continuação com esse casal que conquistou meu coração, espero encontrá-los no próximo livro.

Eu recomendo ler o primeiro livro da trilogia, antes desse, mas caso estejam ansiosos por essa leitura… leiam! Já adianto que contém spoiler do primeiro livro.

“Ele nunca acreditou muito em sorte ou destino, mas no momento em que colocou os olhos em Kylie percebeu que ela era seu destino. O problema era se ele seria o dela”.

Resenha|Quando a noite cai – Carina Rissi

                                                                        Sinopse

Quando a noite cai, beleza de livros, carina rissi, livro nacional, eu amo ler, books, livros,verus

Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família está a beira da ruína.

Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e ela adormece, se vê transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos… e o coração.

Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos.

Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar…


Briana é a personagem mais azarada que já conheci nos livros. Imaginem que qualquer coisa que você faça se transforme em um desastre como, por exemplo, estar trabalhando em uma loja com móveis, limpar o pó da televisão e essa televisão mais a outra que estava atrás cair, quebrar e mandarem você direto para o RH. Isso mesmo! São situações como essa que vai fazer nossa amada personagem perder 3 empregos em um mês.

E dessa forma, procurando outro emprego, ela será atropelada literalmente por Gael O’Connor e assim que ela olha para ele, ela fica assustada, imaginando que sua mente está pregando peças. Qualquer outra pessoa que olhasse de longe, imaginaria que ela ficou assim porque ficou impressionada com a beleza de Gael, ou por causa do acidente que acabou de sofrer, mas não foi isso.

O que levou Briana a ficar de boca aberta olhando assustada para Gael, foi o fato que ele é um guerreiro irlandês que ela sonha sempre que a noite cai. Os sonhos de Briana são tão reais que, ás vezes, acorda assustada e chorando. E sempre quando a noite cai, ela é transportada para um reino distante, onde tem espadas, castelos, o homem que ela está olhando agora, mas que no sonho se chama Lorcan e uma princesa chamada Ciara (com som de K o C) que vive um romance proibido com Lorcan.

Quando a noite cai

A autora conta duas histórias no livro, da Briana e da Ciara. Então nós lemos a história de Briana, e quando a noite cai, somos transportados para a vida de Ciara.

Após Gael atropelar Briana e ela ficar com o pé machucado, ele acaba oferecendo um emprego a ela, depois de algumas conversas, para não deixá-la em uma situação financeira ruim e ela prontamente aceita. O que mais deixa Briana assustada é a semelhança entre Gael e Lorcan, são idênticos, a única diferença é que Lorcan é um guerreiro irlandês e trabalhador braçal de sua pequena aldéia, além de possuir um brilho e alegria no olhar. Diferentemente de Gael que é um empresário bem sucedido, mas possui uma tristeza dentro de si, é mais fechado e a a cor dos olhos são escuras, diferente de Lorcan que possui as íris cor âmbar.

Tudo vai mudar quando viajarem para Irlanda, cidade natal de Gael. A conexão que existe entre Gael e Briana é tão forte que juntos vão se entregar a uma paixão arrebatadora. Só que os sonhos de Briana vão continuar, e ela vai descobrir uma certa ligação que existe entre ela, Gael, Lorcan e Ciara.

Gael pensava que sabia o que a vida tinha reservado a ele, mas estava enganado, pois ele jamais esperava encontrar alguém como Briana em sua vida, e ele sabe que a felicidade deles é passageira. Sabe que vai perdê-la.

Briana é uma personagem que nos faz rir muito, ela é demais, não tenho palavras para descrever o quanto amei ela, mas não podemos deixar de esquecer de Ciara que na minha opinião, também foi uma das personagens principais do livro. Amei conhece-la.

Gael e Lorcan são os meus novos crushs literários. O que dizer de vocês? O meu coração está em pedaços, a história de ambos, é de tirar o fôlego. Em uma história eu chorei horrores e fiquei desesperada, na outra isso também aconteceu, mas no final eu sorri.

Carina Rissi você arrasou e escreveu mais uma obra que vai ficar na história e jamais vou esquecê-la.

Esse livro está super, hiper, mega… recomendado.

Frases

“Ainda assim, meu coração se partiu. Porque, quando se ama por mais impossível que possa parecer, a esperança persiste e você luta até o último suspiro”.

“Eu já estive morto Briana. E você me lembra a todo instante porque é tão bom ainda estar vivo”.

“Outra daquelas suas gargalhas explosivas fez o carro sacolejar levemente e meus lábios se esticarem. Eu gostava daquilo. De ouvir sua risada. De fazê-lo rir”.

“Ah, é. Com certeza Lorcan tem uma conta no instagram. E no tinder.

Troquei o nome de Lorcan por Gael, apenas porque queria ter pelo menos uma pesquisa bem sucedida, e o resultado foi…

Nenhum?

-O que?????”.

Não. Aquilo não estava certo. Não era possível que um homem rico, um executivo das mais variadas aéreas, não tivesse uma única menção no google”…

“…Se pra cada dia com você eu tiver que viver um século inteiro de sombras, então que seja. Eu aceito”.