Resenha|O segredo do Conde #2 (Os Sedutores de Havisham) – Lorraine Heath

Sinopse

O segredo do conde, Beleza de livrosEm uma noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney nas sombras de um jardim. A paixão que se agita dentro dele, no entanto, precisa permanecer oculta, porque a jovem está noiva de seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando uma tragédia atinge família dele, Edward faz um voto ao irmão doente, fingindo ser Greyling até que a condessa dê a luz ao primeiro herdeiro.

Depois que ele retorna de uma viagem de dois meses, Julia encontra um marido mudado, mais ousado e perverso, mesmo que limite seus encontros a beijos. E, a cada dia, ela se apaixona mais profundamente por ele.

Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite tempos atrás são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o verdadeiro marido dela. Mas deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos?


Oi meus amores! Quem leu o primeiro livro pôde conhecer um pouco do famoso Edward Alcott, um dos maiores sedutores de Londres que bebe toda hora como se não se importasse com nada e ainda por cima, odeia sua cunhada. Sim, ele acredita que ela roubou o seu irmão de si, a partir do momento que decidiu se casar com Albert e o impediu de sair com ele para viajar ou para clube de mulheres.

Edward uma vez beijou a Lady Julia, noiva do seu irmão na época, pois ela não fazia ideia que não era o Albert, e quando descobriu fez de tudo para manter distância dele. Afinal, ela ia se casar com Albert o irmão gêmeo dele, não o Edward.

A vida dos três muda drasticamente quando durante uma viagem Albert morre, e durante os seus últimos suspiros, implorou ao irmão que fosse ele, fingisse que quem estava voltando era Albert. Desse modo Julia não ia sofrer com sua morte e perder o bebê que estava esperando. Júlia já tinha perdido três bebês e seu marido faria o possível para que esse nascesse bem e com saúde.

“Ele tinha conseguido passar a noite inteira sem ser descoberto, embora tenham existido momentos em que ele quisesse confessar tudo. Precisava se lembrar de que ela só era gentil com ele porque acreditava que fosse Albert”.

Os dois irmãos eram praticamente iguais aparentemente, o que mudava cada um era que Albert era terrivelmente apaixonado por Júlia, não conseguia se desgrudar dela nem por um segundo, enquanto Edward se perdia nas farras que fazia com diversas mulheres e bebia tanto scotch (uísque escocês) igual água.

O segredo do conde, Lorraine Heath, Beleza de Livros, Romance, belezadelivros, eu amo ler, apaixonada por livros, louca por livros

Edward pensava que não seria tão difícil se passar pelo falecido irmão, até perceber que ficar tão próximo de Júlia o fez relembrar de uma memória não tão distante de quando ele a beijou no jardim. Sim, nunca sentiu o que sentiu ao beijar uma mulher quando beijou Júlia e foi um choque descobrir que ela só havia retribuído porque pensava que ele era Albert. Assim como pensava o mesmo agora.

“Mas até então ele seria o marido dela – se não de verdade, que fosse de mentira por um bem maior. Para honrar um juramento que tinham feito sem pensar nas consequências”.

Edward começa a entender que na verdade sempre foi apaixonado por Júlia e era exatamente por amá-la que sempre a distanciou de si mesmo sendo o maior sedutor de Londres. A história é contada pelo ponto de vista dos dois personagens então também começamos a ver que Júlia começa a amar o marido ainda mais com o passar dos dias e a atração entre eles fica dez vezes maior.

Edward começa a pensar que talvez não seja tão ruim ser Albert para sempre… Ele pode fazer isso… Mas a questão é, o que Júlia vai fazer quando descobrir isso? Descobrir que seu amado marido está morto, e tem um “impostor” no seu lugar.

“Ela merecia muito mais do que ele conseguiria lhe dar, mais do que ele teria direito de lhe dar. Era importante que ele não se esquecesse de que a companhia dela era apenas temporária”.

O segredo do conde é sem dúvidas o que deixa o leitor agoniado pelo final e ansiando pela descoberta. Além do fato de que na Inglaterra não podia se casar com o irmão do falecido. O casamento não era considerado legítimo e os futuros filhos bastardos. Então será que vai ter um final feliz?

Esse livro traz tantas sensações que somos seduzidos por cada capítulo. Os finais são emocionantes e deixa nossos batimentos cardíacos em rápida velocidade. Um romance que pode dar muito certo, ou muito errado e para saber o final desse magnífico casal, eu recomendo que leia.

“Ele sabia que seus motivos não eram totalmente altruístas, mas nunca disse que não era egoísta. Porque, no fim, seu silêncio a manteria com ele, e Edward a queria mais do que quis qualquer coisa na vida”.