Resenha|Opala #3 – Jennifer L. Armentroud

                                                                                                                          Sinopse

LIVRO OPALA, SÉRIE LUX, JENNIFER L. ARMENTROUD, EDITORA VALENTINA, BELEZA DE LIVROS
NINGUÉM É IGUAL AO DAEMON BLACK.
 
Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem… Tem rolado muita combustão espontânea.
 
MAS NEM MESMO ELE PODE PROTEGER A  FAMÍLIA DOS PERIGOS DE TENTAREM LIBERTAR AQUELES QUE AMAM.
 
Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente… E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre.
 
JUNTOS SOMOS FORTES… E ELES SABEM DISSO.

 
Olá gente!!! Como vocês estão? Tudo beleza?
 
Eu terminei a leitura de mais um livro da saga lux. Opala. Esse livro com personagens cativantes que me deixou com o coração na boca muita das vezes.
Dawson enfim chegou na série enquanto todos nós achávamos que ele estava morto. Ele estava com sua namorada Bethany no mesmo local, sendo torturado e obrigado a curar humanos para eles serem híbridos, tão ou mais forte, que os luxen. Como se não bastasse isso, caso algo desse errado durante a mutação desses humanos, a pessoa que era castigada era sua namorada Bethany.
Agora que ele está de volta, ele precisa lidar com o seu irmão Daemon e a namorada de Daemon. Katy. Ele nunca imaginaria seu irmão com humana, mas nós sabemos leitores, que muita coisa mudou nessa história até aqui.
Apesar de Daemon querer mais do que tudo ajudar o seu irmão a ir atrás de Bethany, ele não vai querer que Katy participe disso. Ainda mais quando descobrir que esse grupo que pegou Dawson e Bethany, está atrás de híbridos como Katy.
” – Você tem uma luz forte, pelo menos aos meus olhos. Sei que seria capaz de lidar com isso, mas a última coisa que eu quero é que essa luz seja maculada por algo tão sombrio”.
Tanto Katy quanto Daemon vão precisar saber em quem deve confiar, ainda mais quando precisarem da ajuda de um inimigo que veio lá do passado. Uma pessoa que afirma que precisa da ajuda deles, assim como ele. Mas não se deve fazer pacto com o diabo né gente! Eles ficaram chocados quando descobrirem que o lugar onde Bethany se encontra está completamente revestido de ônix. O material que é capaz de impossibilitar tanto os Luxen quanto os híbridos. E para isso, eles precisarão arrumar um jeito de burlar esse sistema para entrar nesse departamento no menor espaço de tempo possível e salvar Bethany.
“Para ser honesta, adorava fazer coisas normais com o Daemon – tipo sair para jantar. Algo que raramente acontecia. A escolha do filme ficou por minha conta, e optei por uma comédia romântica. Surpreendentemente, ele não reclamou. Talvez tivesse algo a ver com o gigantesco balde de pipoca com o qual nos empaturramos entre beijos amanteigados”. 
Livro opala, terceiro livro da série, série lux, editora valetina, beleza de livros, resenha, eu amo lerKat e Daemon descobrirão que existe uma pedra chamada opala que inibe os efeitos do ônix na pessoa e ainda amplia os poderes. E eles irão encontrar uma quando menos imaginar. Nessa história nem todos são inocentes quanto aparentam ser. Os seus amigos, podem ser seus inimigos e aqueles que você desconfia, deve ser aquele que com certeza, provará sua lealdade.
Essa história é de tirar o fôlego e quanto mais se aproxima o desfecho mais eu grito que não quero que termine. O Daemon com seu jeito super protetor está verdadeiramente um príncipe e vale muito a pena conhecer essa versão dele.
“Talvez algumas garotas ficassem chateadas por seus namorados jamais dizerem aquelas três palavrinhas mágicas. Com qualquer outro cara, eu talves também ficasse. Só que com o Daemon, bem essas palavras jamais seriam fáceis, ainda que ele não tivesse o menor problema em demonstrá-las”.
Gente!!! Falta mais dois livros para essa série terminar, e eu não consigo expressar minha angústia e alegria ao mesmo tempo. Eu amo esse casal. A maneira como terminou esse livro me fez correr para a livraria e comprar o próximo “Originais”. Eu não aguento ficar um segundo sem ler uma página sequer. Isso significa que eu com certeza recomendo. Em um ambiente sarcástico e apaixonante viajamos com pequenas turbulências que leva o coração a quase um infarto. Leiam!!!

“Nossos olhos estavam fixos um no outro e eu nunca, jamais iria me esquecer do pavor estampado nos dele, da expressão de profundo desespero”.

Resenha|Ônix #2 – Jennifer L. Armentroud

                                                                            Sinopse

ônix livro, saga lux, beleza de livros

ESTAR CONECTADA A ELE É UMA DROGA!

Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja… esquentando.

ALGO PIOR DO QUE OS ARUM RONDA A CIDADE.

O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível!

ATÉ, QUE DE REPENTE, TUDO MUDA.

Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade.

NINGUÉM É O QUE PARECE SER. E NEM TODO MUNDO IRÁ SOBREVIVER ÀS MENTIRAS.


Olá gente! Como vocês estão? Tudo beleza?

Depois de Katy descobrir que seus vizinhos são áliens de luz, os luxen, que vieram de outro planeta e possuem super poderes, sua vida mudou drasticamente. O Daemon a trata como um cavalheiro, como se ela fosse uma pessoa muito especial para ele. Porem, Katy, acredita que ele não gosta dela, e essa aproximação bizarra que de repente ele demonstrou por ela é efeito da ligação existente entre eles.

A ligação que surgiu quando ele a curou. Agora é como se os dois fossem apenas um. O coração bate as mesmas batidas, no mesmo ritmo e sempre quando se aproximam, eles sentem a presença do outro, como um arrepio na nuca. Tudo que Daemon quer é demonstrar que gosta de Katy e mais do que isso. Mas a Katy se torna uma personagem nesse livro que muitas das vezes, chega a ser insuportável. A gente vê claramente o Daemon se esforçando, porém, ela sempre arruma uma justificativa para os seus atos.

“Dei mais alguns passos, parando ao sentir os dedos afundarem na terra molhada da margem. Um calor enlouquecedor fazia com que minha pele parecesse em brasa. Ardente. Cáustica”.

Em meio a tantas coisas, Katy descobrirá que de alguma forma pegou alguma “coisa” quando Daemon a curou, enquanto estava entre a vida e a morte. De repente ela perceberá que antes de tocar em alguma coisa, ou ela vai se mover, ou se afastar, explodir… O tipo de coisa inexplicável, que somente os Lux sabem fazer com seus poderes.

Saber lidar e conseguir controlar esses poderes recém descobertos será uma loucura, ainda mais quando Katy informar que deseja lutar contra os Arum, inimigos dos Lux. Tudo que Daemon quer é que Katy não se aproxime dos seus inimigos e o modo que ele tenta protegê-la de tudo é simplesmente lindo gente! Só que mesmo que ele não a ajude com isso, ela encontrará outra pessoa. Uma pessoa que Daemon não confia. Um cara gato, que estuda na mesma sala que Katy, e já demonstrou que tem interesse nela. 

“Não era justo com ele… nem com o Daemon. Não estava pronta para acreditar no meu vizinho, mas não podia continuar fingindo que não havia nada entre nós”.

SAGA LUX, LIVRO ONIX, EDITORA VALENTINA, BELEZA DE LIVROS, MYLENA FERNANDA, RESENHA, BLOG, JENNIFER L. ARMENTROUD

Daemon fará de tudo para que Katy acredite o quão importante é para ele. Demonstrará de diversas formas o quanto a deseja. E juntos vão embarcar em uma jornada, onde ela não acreditará no seu amor, e ele, como adora um desafio, irá provar que a ama. Katy tomará algumas decisões precipitadas e absurdas, o que me deu uma dor de cabeça, de tanto gritar com ela. E no final, todas as decisões que ela tomou, acarretará graves consequências. 

“Porque sei o que sinto aqui dentro. E, não sou o tipo de pessoa que foge das coisas, por mais difíceis que sejam. É melhor bater de cara numa parede de tijolos, do que passar o resto da vida imaginando o que teria acontecido”.

O grande problema que  gera algumas confusões no livro, é a confiança. A confiança será uma arma utilizada de diversas formas. A única pessoa que Katy precisará confiar será no Daemon, ainda que faça o contrário. Eles precisarão lidar com o DOD, o departamento de defesa, que de alguma forma, eles imaginam que sabem dos seus poderes. Apesar de todas as tristezas e mágoas que surgirá, algo muito interessante e inesperado acontecerá e nos deixará embasbacados.

Essa série é de causar arrepios. Você grita com os personagens e quase enlouquece quando um mal entendido é interpretado da maneira errada. Eu super Recomendo! Daemon e Katy não são normais. Nenhum dos dois com seus poderes extraterrestres. Mas, ao mesmo tempo, eles são perfeitos. O enredo e a maneira como dialogam encanta e irrita, isso que torna essa série tão especial.

“Acolhi de braços abertos aquela arrebatadora sensação. Minha visão mudou, parecendo pulsar em meio a uma cortina de névoa. Inclinei a cabeça ligeiramente de lado. A eletricidade impregnava o ar, devorando o oxigênio”.