Resenha|P.s.: Ainda amo você – Jenny Han

                          Sinopse

20190609_110251

Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.

Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais.

Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.


Olá leitores do meu coração! Como vocês estão? Tudo beleza?

O livro P.s ainda amo você é o segundo livro da trilogia para todos os garotos que já amei, onde nos continuamos conhecendo um pouco mais da história de Lara Jean e Peter Kavinsky, aquele casal que arrebatou os nossos corações e nos deixou eufóricos por uma continuação. 

Lara Jean e Peter Kavinsky resolvem dar mais chance ao seu relacionamento depois da forma invertida que as coisas começaram ao se conhecerem e para isso porque não fazerem outro contrato para tudo funcionar de forma perfeita e deslumbrantemente bela, não é mesmo? Tudo ficaria bem, caso o vídeo de Lara Jean e Peter no ofurô fosse colocado na internet e toda a escola fizessem piadinhas e insinuações grotescas sobre algo que não passava de um beijo caliente.

“Dou um sorriso de alívio e escrevo no papel: Lara Jean e Peter não vão partir o coração um do outro”.

A autora abordou esses tema com bastante cuidado onde nós podemos sentir na pele o machismo e preconceito onde Lara Jean foi vítima, porque no vídeo não está somente Lara Jean e sim acompanhada de Peter, mas o lado sempre fica pior para o lado da mulher, o homem sempre é considerado um garanhão, o pegador não é mesmo? 

“Ah, meu Deus. Agora tenho que me sentar para jantar e olhar para o meu pai, sabendo que esse vídeo existe. Essa não pode ser a minha vida”.

P.S ainda amo você, Jenny Han, trilogia, eu amo ler, leitura, indicações de livros, beleza de livros, blog, resenhas

Claro que Kitty e Margot irmãs de Lara Jean ajudam ela a passar por tudo isso, afinal, elas como irmãs songs que são, sempre ajudam umas as outras. Além desse vídeo ter viralizado na internet Lara Jean precisa lidar com o fato do seu namorado ainda possuir certa ligação com a ex namorada Genevieve sua ex amiga de infância, o que sério, me deixou com os cabelos e emoções a flor a pele e roer o restinho de unhas que ainda tenho, afinal, como pode ele continuar sendo amigo de uma pessoa que odeia sua própria namorada?

“Eu posso já tê-la conhecido, mas não conheço mais. É Peter quem a conhece melhor agora. Além do mais, não é assim que se perde um namorado? Agindo como uma paranóica ciumenta e insegura?

Caso eu visse o Peter pessoalmente eu ia sacudir ele e cantar a música da Naiara Azevedo, ex é ex, passado é passado…kkkk, brincadeiras a parte, eu realmente fiquei com raiva do Peter, sinceramente. A autora também abordou temas como inseguranças no livro, aquela insegurança que os adolescentes tem em lidar com os seus relacionamentos e muita das vezes a gente consegue se identificar neles e pensar eu também já senti isso.

“Lara Jean, só se lembre de uma coisa: A garota sempre deve controlar até onde as coisas vão. Os garotos pensam com o você-sabe-o-quê. Depende de você manter a cabeça no lugar e proteger o que é seu”.

Essa sequência do livro é maravilhosamente perfeita e considero melhor do que o primeiro, a história ficará mais ainda apaixonante quando uma pessoa do passado de Lara Jean aparecer e deixá-la bastante indecisa em certas questões. Lara Jean e Peter, juntos em uma sincronia intensa e arrebatadora lutam para descobrir como dar continuidade a um relacionamento que começou de cabeça para baixo.

P.S ainda amo você, Jenny Han, trilogia, eu amo ler, leitura, indicações de livros, beleza de livros, blog, resenhas

Eu super recomendo esse livro e já digo, se preparem! Você vai ficar ansioso(a) por mais um pouco e absorto em cada letra, linha e página. E gente, eu queria guardar a família toda de Lara Jean em um pote e ficar olhando o dia todo, eles são perfeitos e a irmã menor a Kitty é uma pentelha admirável, que também podemos considerar protagonista, afinal, ela faz parte do início de tudo.

“Ela cresceu como uma erva daninha, sem mãe, só duas irmãs e um pai. Não é pouca coisa. É extraordinário”.

P.s: Vocês sabiam que na Cultura Coreana quando você faz reverências para os mais velhos e lhes deseja sorte no ano novo, ele dão dinheiro em troca? (Deveria ser assim no Brasil kkk, seria o máximo!!!)

Resenha|Roube o meu coração – Susan Mallery

Sinopsecapa roube o meu coração

Há dez anos, Maya Farlow partiu o coração do sensual Del Mitchell. Superindependente, ela não soube lidar com esta paixão avassaladora e decidiu fugir. Agora, Maya precisa trabalhar ao lado de Del para promover a cidade de Fools Gold. Por mais que este charmoso bad-boy esteja decidido a não se envolver com Maya novamente, ele é viciado em adrenalina. E nenhuma de suas aventuras radicais foi tão emocionante quanto entregar seu coração para Maya.

 


 

Boa tarde gente!!! Tudo bem?

Eu comprei esse livro porque eu senti uma ligação com a personagem, assim que a li a sinopse. Qual ligação? Ela é uma jornalista e eu uma estudante de jornalismo. Então assim que li a sinopse, comprei porque isso me chamou atenção.

Maya Farlow era apaixonada por Del Mitchell, e ele por ela, quando eram apenas jovens com seus 18 anos e pensavam que tinha o mundo todo a frente. Mas tudo mudou quando Maya com suas inseguranças fugiu de Del, abandonando-o e  mentindo  que não o amava insegura do amor que Del sentia por ela.

Agora após 10 anos eles se reencontram na mesma cidade e como se não fosse ruim, eles precisam trabalhar em um projeto juntos. O pior para Maya é que ela não consegue se desculpar com Del por tê-lo abandonado e finge que nada aconteceu. Finge que são apenas amigos que depois de anos se reencontraram.

“Por um segundo, enquanto a observava, ele se lembrou de como era antes. Quando Maya não estava tanto no comando. Quando olhava para ele com os olhos arregalados, a boca tremendo pouco antes que a beijasse”.

Só que as coisas não vão acontecer conforme Maya imagina e quanto mais se aproximarem, mais forte será a energia que une os dois. Só que Dell mesmo trabalhando com Maya em um projeto para cidade de Fools Gold, tem uma teimosia de não confiar nela. Não confiar nela como pessoa e profissional, e isso pode ser irritante no livro, porque passamos a conhecer Maya, e notarmos que não é mais a menina imatura que era a 10 anos antes.

“Eles eram tão jovens, pensou ela com saudosismo. Tão confiantes de seus sentimentos pelo outro. Tão certos do futuro. Mesmo que ela soubesse exatamente o que tinha acontecido e por quê, mesmo sem querer desejava que tivesse sido diferente. Que ela tivesse sido diferente”.

O trabalho de ambos, consiste em mostrar os pontos turísticos da cidade e o amor de pessoas que depois de anos permanecem juntos, por meio de vídeo, onde Del aparece na câmera e Maya como filmadora e editora. Essa aproximação dos dois, vai faze-los pensar no e se…estivéssemos juntos desde os 18 anos? Como seria? Será que teríamos sidos felizes? E principalmente… ainda nos amaríamos? São perguntas que fazem a si mesmo.

roube o meu coração, beleza de livros, blog, resenhas, Susan Mallery, best seller, romance, harper collins

Uma coisa é concreta, depois de Maya ter fugido de Fool`s Goold, seu futuro abriu um leque de possibilidades, que sua cidadezinha não permitia, dentre elas, poder fazer faculdade e Dell se aventurou pelo mundo a fora, aproveitando tudo o que a vida pode proporcionar, até mesmo criando uma prancha, ganhando muito dinheiro e sendo reconhecido como um grande empreendedor. Então, apesar de tudo, a separação dos dois os ajudaram a conhecer mais o mundo.

“Del tinha reivindicado seu coração e, até onde ela sabia, nunca o tinha devolvido”.

É…. Maya chegará a essa constatação, depois de se entregar para Del. O laço  que une os dois se entrelaçará, os tornando apenas um só. Maya entenderá o “porque” de nunca ter conseguido ficar muito tempo em um relacionamento, o porque de nunca dar certo com outras pessoas, ela enfim, descobre que depois de todo esse tempo, ela ainda era apaixonada por ele.

E mesmo com medo de confiar em Maya, Del lhe dará uma chance, uma chance aos dois. Só que um terrível segredo que Maya guarda, pode afastar os dois para sempre. Um segredo que ela prometeu não contar, mais todas as vezes que estão juntos falta sufocá-la. E Del vai descobrir. O que vai acontecer? LEIAM!!!! kkkk. Só digo uma coisa, o final são várias ondas de emoções que te deixará, atenta a tudo, com os olhos bem abertos, respiração presa, e o coração em descompasso.

Esse livro não é um dos melhores que li, mas também não é ruim. Gostei de saber um pouco mais de minha futura profissão e o medo da Maya em aparecer na frente das câmeras é algo que realmente acontece, e ela mostrou sua imensa capacidade Jornalística por detrás das lentes.

roube o meu coração, beleza de livros, blog, resenhas, Susan Mallery, best seller, romance, harper collins, mylena fernanda

 

Minha nota de 0 a 5 é 4. Confesso que tinha uma partes do livro que achei que era apenas enrolação, mas outras compensou. Eu recomendo pois é daqueles livros gostosinhos perfeito para ler em uma tarde. E quem sabe… Ele não acaba roubando o seu coração…

“ESTE LUGAR É ERRADO, A HORA ERRADA, MAS EU QUERIA QUE VOCÊ SOUBESSE MESMO ASSIM. EU AMO VOCÊ. E AMEI PELOS ÚLTIMOS DEZ ANOS. EU SÓ NÃO TINHA PERCEBIDO. NÃO IMPORTA O QUE ACONTEÇA, VOCÊ SEMPRE TERÁ UM LUGAR NO MEU CORAÇÃO”.