Resenha|A lady de Lyon – Julie Garwood

Sinopse

Julie Garwood, aclamada autora dos best-sellers Esplendor da honra e. Um amor para Lady Johanna, traz novamente uma inesquecível história de amor…Christina Bennett causou furor na sociedade londrina. A arrebatadora beldade esconde com sucesso o segredo de seu misterioso passado até a noite em que Lyon, o Marquês de Lyonwood, rouba-lhe um beijo ousado e sensual. O arrogante aristocrata com coração de pirata prova o gosto do fogo selvagem que arde por baixo do charme indiferente de Christina e anseia por possuí-la intensamente. Mas a destemida e insolente Christina não será conquistada com tanta facilidade. Dona do próprio coração e de sua fortuna, ela resiste às sensuais carícias de Lyon. Ela se atreve a não se render ao seu amor… pois, se o fizer, também terá que abrir mão de seu precioso segredo… e de seu destino prometido!

O Marquês de Lyon é dono de uma fortuna exorbitante, lindo e bastante cobiçado pelos salões londrinos, e mesmo que ele lance seu típico olhar duro e frio para as damas, isso não as impede de tentar uma chance com esse homem tão irredutível. Ele odeia esses bailes principalmente por só encontrar mulheres frívolas e interesseiras, mas ele não esperava encontrar a famosa “Princesa Christina” nome adotado pela sociedade e por pessoas que adoravam buscar sua atenção.

Ele imagina que ela é como as outras mulheres mas ao conhecê-la percebe que ao mesmo tempo que ela o deixo confuso, ela limita responder as suas perguntas com um “Sim” ou “Não”. Sem dúvidas uma mulher misteriosa. Lady Cristina possui um segredo e ela fará de tudo para ninguém descobrir e para isso deixará todos curiosos sobre sua origem apenas com respostas concisas.

Livro a Lady de Lyon, Resenha Beleza de Livros
A Lady de Lyon – Julie Garwood

“Christina jurou que iria encontrar um homem como lobo negro quando chegasse a sua hora de escolher um companheiro. Seria um guerreiro orgulhoso como seu pai, tão exigente e protetor do que lhe pertencia, e com a mesma intensidade de amar”.

Em meio a segredos e vingança Christina se verá obrigada a se casar, para que uma herança deixada pelo seu avô não caia nas mãos do seu pai. Ela só não contava que o marido em questão pudesse ser justamente quem a atrai tanto, sim, ele seria o marido perfeito. Lyon já possui sua própria riqueza, e claro, agora só faltava mesmo convencê-lo a ser o seu marido temporariamente.O Marquês de Lyon apesar de ser um homem duro em certos aspectos e possuir segredos obscuros em sua alma, se verá perdidamente apaixonado por Christina e ao contrário do que ela pensa, para ele o casamento deve ser algo para sempre.

“Nenhuma mulher já havido levantado a voz para ele…tampouco muitos homens, percebeu Lyon. No entanto, Christina o fizera. Quando ele gritava com ela, recebia o troco na mesma altura”.

Isso mesmo! Christina é uma mulher corajosa, valente que não teme ninguém quem dirá o marido. Sem contar com algumas de suas manias que são consideradas até mesmo “selvagem” para uma mulher tão culta, tão lady, tão certinha …como todos a imaginam. Apesar de cetas condutas de Christina ser hilariante, é maravilhoso sentir a química flamejante que existe entre Lyon e ela.

Beleza de Livros, Resenha, Julie Garwood, Eu amo ler.

O que me deixou mais encantada com essa história foi as histórias mirabolantes que Christina inventava sobre sua vida, e claro, Lyon sabendo que ela mentia apenas assentia e concordava com as coisas que ela falava. Não fica aquela historia chata, mas com uma relação que primeiramente precisa ser baseada na confiança que no caso, apenas se consegue com o tempo. Depois que conhecemos a vida de Christina e suas convivências, nos demos conta de que foi preciso abrir mão de muita coisa para confiar e amar.

“Quando chegou em casa, aceitou o fato de que nenhum de seus argumentos razoáveis fazia qualquer diferença. Estava preso a Christina, quisesse ou não”.

Esse Romance conquistou meu coração, e deixou um gostinho de quero mais no final. Seria pedir muito uma continuação? Sem dúvidas eu recomendo, amei conhecer os costumes de Christina e seu modo de entender as coisas de modo tão literal.

Resenha A Lady de Lyon, Beleza de Livros

Lyon é um homem que fará de tudo para proteger sua princesa, mas o que ele não sabe é que sua princesa é uma guerreira mais que disposta em ajudá-lo e quem sabe, encontrarem o final de um conto de fadas.

“Ela era sua igual em tudo. Sua paixão combinava com a dele, e no fundo de seu coração, ele sabia que ela o amava muito”.

Resenha|Seduzida por um guerreiro escocês – Maya Banks

Sinopse

Maya Banks, Seduzida por um guerreiro escocês, Universo dos Livros, Beleza de Livros

Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, pois apesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola.

Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino – despreparada para os deleites que viriam. Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor.


Oi amores! Tudo beleza?

Seduzida por um guerreiro escocês é um livro diferente de qualquer outro que eu tenha lido. Por quê? É o primeiro livro que eu leio onde a protagonista é surda. Eveline sofreu um acidente que a deixou surda após cair de um cavalo, mas nem todos sabem disso, ou melhor, ninguém sabe disso. Ela consegue entender as pessoas apenas lendo os lábios, um hábito que precisou aprender sozinha.

Alguns acreditam que ela é louca, outros que ela tem uma doença por isso é tão estranha. Desde o acidente ela fica em casa, evitando os outros, ou tentando o máximo evitar, ela também não fala nada. Nenhuma palavra. Como ela pode falar? Não tem ideia de como vai sair o volume da voz, se é que vai sair alguma palavra.

“Antes podia sentar-se ao lado de sua rocha e lembrar-se do som das borbulhas, da água correndo e da paz que isso trazia. Com o tempo, esses sons fantasmas se desfizeram e desapareceram. Um vazio tão grande que ela própria se sentia deslizando cada vez mais”.

Deixar as pessoas acreditarem em sua loucura não é pior. O pior será quando o Rei decretar o seu casamento com Graeme Montgomery. O seu pai lorde do Clã Armstrong jamais aceitaria isso, caso o Rei não tivesse decretado para que a paz fosse selada entre os melhores clãs das terras alta da Escócia.

A rivalidade entre os Mongomery e Armstrong é de várias décadas e todos sabem que após um pisar nas terras do outro, será considerado morto. Mas agora tudo é diferente, o Lorde Graeme precisa aceitar a Louca Eveline como sua esposa, querendo ou não, ele só não sabe a extensão da loucura dela.

“Queria fechar os olhos para não ler mais nada nos lábios de ninguém”.

Seduzida por um guerreiro escocês, Eu amo ler, Maya Banks, Universo dos Livros, Beleza de Livros

Eveline vai morar na Terras do seu marido em Mongomery, e não fica nada fácil sua convivência com eles. Não só pelo fato dela ser uma Armstrong, mas por ser diferente. Ela deixou que todos pensassem que era louca após o acidente para que não fosse obrigada a se casar com um homem tosco que prometeu acabar com sua vida (em outras palavras), assim a mentira se tornou uma bola de neve, e não foi possível dizer “Oi Família estou apenas surda, mas não louca”.

Como o decorrer da leitura Graeme vai descobrindo quem verdadeiramente é sua esposa, e percebe que sua beleza interior brilha muito mais que por fora. É difícil para Eveline conseguir dizer a verdade pois não sabe escrever, e não consegue dizer as palavras para que Graeme entenda que ela tem ciência de todos os seus atos.

“Graeme não sabia o que a tornava tão atraente, e era por isso que se sentia tão culpado por desejá-la”.

Eveline é uma personagem forte que luta para ser aceita por aqueles que a odeiam, uma mulher que faz o impossível para proteger aquele que ama. Graeme é um guerreiro destemido que vai conseguir ouvi-la, pois ela vai ensiná-lo a ouvir com o coração. Entre tantos momentos intensos percebemos que eles precisam lidar com a rivalidade entre seus clãs, afinal, querendo ou não eles agora são uma família. 

Seduzida por um guerreiro escocês é com certeza um livro diferente de tudo que eu já tenha lido, nós conhecemos uma mulher surda que precisa ouvir lendo os lábios e que quando fecha os olhos teme o vazio escuro que torna sua vida. Uma mulher que foi seduzida pela voz de um guerreiro e um guerreiro que a seduziu com seu coração.

Sem dúvidas é um romance perfeito para ler em uma tarde e se pegar imaginando em um certo guerreiro escocês. Recomendo.

“Mas agora ela era dele. E nada nem ninguém entraria em seu caminho. Nem a família dela nem o seu clã.

Graeme não desistiria dela sem uma boa luta”.

Resenha|Esplendor da honra – Julie Garwood

Sinopse

Esplendor da honra, beleza de livros, blog, livros, julie garwood

Na corte feudal inglesa, a dócil Lady Madelyne sofre com as excentricidades cruéis do irmão, o Barão Louddon. No entanto, durante a vingança contra um crime sórdido, o Barão Duncan de Wexton – o Lobo – comanda seus soldados contra Louddon. Como o prêmio, ele captura Madelyne. 

Todavia, quando o lobo pousa o olhar sobre a orgulhosa beldade, é tomado por um sentimento que jamais sentira e jura protegê-la com a própria vida. Então, uma vez que a paixão entre ambos se tornou inevitável,será que eles darão uma chance ao destino e se entregarão de corpo e alma a esse amor imperativo e selvagem?                


A história se passa na Inglaterra no ano de 1099 onde a autora alterna pelo ponto de vista de Madelyne e Duncan.

Lady Madelyne já estava cansada dos abusos que sofria de seu irmão, o barão Louddon, então planeja uma fuga, mas antes ela decide salvar o pior inimigo de seu irmão, o barão Duncan de Wexton, que seu irmão fingindo uma trégua deixou-o entrar em sua fortaleza para em seguida amarrar sua mãos, tirar praticamente todas as sua roupas e deixá-lo congelando no frio, fazendo um espetáculo para todos assistirem.

Duncan não foi até Louddon imaginando que a trégua realmente seria cumprida, pois ele conhecia bem o homem inescrupuloso que Louddon era, ele foi com um plano bem arquitetado onde fazia parte que fosse mesmo capturado. Lady Madelyne vai até Duncan e mesmo com muito medo solta as mãos do barão e começa a ajudá-lo a sair daquele lugar, e a primeira reação de Duncan é ficar hipnotizado pela visão de Madelyne. Ele imaginava que a irmã de Louddon era bonita pelas descrições, mas o que ele viu o deixou sem palavras, pois ela não era bonita e sim uma beldade.

Esplendor da honra, beleza de livros, blog, livros, julie garwood

A pergunta que não quer calar é: Por que a irmã de Louddon estaria salvando-o? Seria alguma armadilha? Um plano de Louddon? Isso era o que se passava na cabeça de Duncan, enquanto ela dizia para ele segui-la ele apenas observava a virada que ele não imaginava que aconteceria no seu plano.

A vida de Duncan e Madelyne se entrelaçam a partir do momento em que ela decide aquecer os seus pés… como? Ela pegou os seus pés gelados enfiou-os debaixo das suas roupas, apoiando no seu abdomêm. Esse foi um dos gestos mais altruísta que Duncan já tinha visto, mas ele sabe que não pode ficar pensando nessas coisas, ele tinha um trabalho a fazer e de repente pega Madelyne informando que não estava atrás de seu irmão e sim dela. Duncan puxa mão de  Madelyne e a carrega  para a fortaleza de Louddon.

O primeiro pensamento de Madelyne é que ele está louco, mas assim que chega ao pátio ela percebe que de louco ele não tem nada, a sua frente ela ver centenas de soldados de Duncan preparados para a batalha e se agarra a ele o deixando-o um pouco desconcertado. O que não podemos esquecer é que Madelyne é irmã de Louddon o pior inimigo de Duncan e isso ele sempre repete a si mesmo.

A paixão, energia e amor que existe entre os personagens é de ficar com os olhos marejados. Observar o convívio de Duncan e Madelyne é maravilhoso. Nós vemos aquela personagem tímida, recatada, indefesa, ganhar coragem, força, liberdade,vida… E Duncan? Nós vemos um guerreiro incapaz de sorrir sorrindo, convivendo com a família, protegendo com unhas e dentes aqueles que ama.

Madelyne diz tudo que se passa na cabeça, já Duncan não gosta quando questionam sua ordens o que muita das vezes será divertido a ponto de gargalhar em alto e bom som. A gente pode imaginar o final, como um bom conto de fadas, mas com Julie Garwood é melhor se preparar para uma dose de suspense.

Eu indico esse livro. É daqueles que você vira à noite e anseia que a história não acabe.

Frases

“Lembrou-se que ela a irmão do inimigo, nada mais, nada menos do que isso. Bela ou não, ela era seu títere, a armadilha para apanhar o demônio”.

“Dunca era o seu Odisseu. Era seu amante, seu protetor, seu salvador contra o irmão”.

“Sim…Ela era mais tigresa que gatinha agora”.

“-Levará meu coração com você, meu adorável captor.

-Não, Madelyne. Eu sou o seu prisioneiro de corpo e alma”.